3 Técnicas de Estudo para Concursos

Métodos de estudo para concursos

Com relação às técnicas de estudo, não basta apenas que o candidato tenha acesso às informações, é necessário que ele as compreenda, seja na sala de aula presencial, ensino à distância, ou como autodidata, e também é fundamental que ele as retenha. Para isso, existem técnicas de otimização, que ensinam a fazer resenhas, e de memorização.

O processo de aprendizagem

Cada indivíduo detém um estilo individual de aprendizagem, haja vista que algumas pessoas possuem uma maior memória visual e outras uma maior memória auditiva, ou sinestésica, na qual é preciso aprender a fazer anotações.

A aprendizagem é um processo, pois o candidato precisa compreender o conteúdo, retê-lo, e aprender a resgatá-lo no dia da prova. Em grande parte dos casos, ele tende a cumprir apenas 1/3 desse sistema, ou seja, limitar-se apenas à compreensão das informações.

O melhor método de aprendizagem

Há algumas questões que podem ser investigadas para que o aluno possa descobrir qual o melhor método de aprendizagem para ele. Eventualmente, não é difícil identificar em qual estilo o estudante se enquadra, pois é possível que ele mesmo já saiba. Dessa maneira, o objetivo deve ser o de aprimorar o método que já utilizado para que assim ele consiga desenvolvê-lo de um modo mais satisfatório.

Técnicas de estudo

Mapa mental

Os alunos que são mais visuais, ou seja, aqueles que apreciam o estudo por meio de gráficos e esquemas, podem fazer uso de uma técnica chamada mapa mental.

tecnicas-de-estudo

Vade Mecum

Já os alunos que preferem realizar anotações durante o período de leitura, podem utilizar uma técnica chamada Vade Mecum, facilitando o trabalho com perguntas e respostas de maneira otimizada.

Mnemônica

Outra técnica é a mnemônica, voltada para o aluno que gosta de trabalhar de forma sintetizada, neste caso, busca-se fazer associações entre os conceitos transmitidos e algumas palavras-chave.

Não há comentários

Deixe uma resposta